invitation
Saudações, visitante! Neste momento, você se encontra no Hishoku no Sora, um blog pessoal sem fins lucrativos. Aqui se fala de tudo um pouco, então fique à vontade!
A versão atual é inspirada no filme Corpse Bride, de Tim Burton - estrelando a protagonista Emily ♥

something blue
Kawasumi Shana, 24 anos e contando +1 todo dia 7 de fevereiro - logo, sou toda aquariana. Adoro música, mangás, animes, filmes e livros. Odeio insetos, injeções e filmes de terror, sou criativa e contraditória, possivelmente tenho um parafuso a menos - mas juro que sou legal. Ou não. more?

something borrowed


Follow

something new

something old

you may kiss

 
Hishoku no Sora
Google Chrome | 1366x768
Resenha: Deixe a Neve Cair

Depois de uns bons meses, eu finalmente trouxe a bendita: cá está a minha humilde opinião sobre o livro Deixe a Neve Cair, uma parceria fantástica entre Maureen Johnson, John Green e Lauren Myracle. A história é, basicamente, sobre a noite de natal de três adolescentes: Jubileu, Tobin e Addie. O que os três têm em comum? Um natal que deu super errado, uma cidade consideravelmente pequena e a maior nevasca de todos os tempos, há! Como essa belezinha é dividida em três contos - cada um contando com cerca de 10~12 capítulos - nossa resenha também virá em partes, porque sim.

O Expresso Jubileu
Escrito pela Maureen Johnson, o primeiro conto do livro foi o que mais gostei. Ele nos conta a história da catastrófica noite de natal da Jubileu - que prefere ser chamada de Julie, por favor. E não, ela não é uma stripper, seus pais só são um pouquinho empolgados com uma das peças da coleção de natal da Flobie. Pois bem, ela deveria estar passando um natal lindo com seu namorado Noah, mas seus pais conseguem ser presos (?!) e estragar todo o rolê - dá-lhe azar, heim, minha cara?! De qualquer forma, nossa ilustre protagonista se enfia em uma fria literalmente, com direito a trem atolado, líderes de torcida irritantes e encontros com garotos estranhos.
O que achei mais fantástico nesse conto é que, além da Julie ser um amor - super me identifiquei -, demora muito pra sabermos quem será o seu par na história, já que vários guris #sucesso vão aparecendo a cada capítulo - espera, já mencionei que esse livro é um romance? Ooops. De qualquer forma, o final foi lindo e de aquecer o coração, como eu acho que o natal deve ser, e esse conto fofíssimo valeu o livro pra mim.

O Milagre da Torcida de Natal
Escrito pelo John Green, o segundo conto tem uma vibe mais descontraída que os outros dois - e é o único cujo protagonista é um garoto. É uma delícia de se ler, bem leve e divertido, e acho difícil não se identificar com Tobin e seus amigos, a quase-tomboy Duke - cujo apelido tem uma origem no mínimo exótica - e JP, o asiático cujos ATPs não terminam nunca, se me permitem dizer. Eles deveriam passar o natal assistindo à uma maratona James Bond, mas aí um amigo do trio liga inesperadamente pra anunciar que o trem de um grupo de líderes de torcida atolou na neve, e que elas estão dentro da Waffle House - e querem jogar twister, meus jovens! O que mais um grupo de garotos com os hormônios explodindo poderiam querer?
De todos os três, acho que esse foi o mais engraçado, além de ter o final mais surpreendente também - eu não esperava, não sei vocês. Bem gostosinho e, como disse no início, descontraído, uma boa leitura pra relaxar.

O Santo Padroeiro dos Porcos
O último conto do livro, escrito pela Lauren Myracle, foi uma tremenda decepção pra mim. Basicamente, Addie está curtinho a sua mais nova crise emocional em pleno clima natalino, porque seu namoro terminou de forma catastrófica quando estava pra completar um ano. Não me identifiquei com o tema nem com a protagonista - por favor, me poupem de adolescentes rasas que ficam de chororô em pleno natal. Foi bem frustrante de ler e tive que empurrar goela abaixo, se é que me entendem, porque queria terminar logo. O final do conto acabou por salvá-lo, mas eu sinto que poderia ter pulado oito capítulos tranquilamente - #soudessas

Por fim, não sei se deu pra notar - provavelmente não -, mas os três contos são interligados. Sim! Isso é o que faz o livro mais divertido, pois você basicamente lê sobre o mesmo dia de três pontos de vista diferentes. Eu fiquei maravilhada quando notei isso, e pela vibe leve do livro, consigo imaginar os três autores se reunindo pra tomar um cafézinho enquanto discutiam o enredo, haha!
Importantíssimo ressaltar que o livro integra a série Jovens Leitores da Rocco, ou seja: literatura infanto-juvenil. Então é, não espere nenhuma história profunda e tocante, porque não é esse o intuito dessa obra. Se for ler, meu conselho é: curta. O livro num todo é bem levinho e divertido, e traz mesmo essa vibe adolescente - o que não foi tão ruim, eu acho. Haha!
Por fim, fico por aqui. Espero de coração que a resenha tenha dado ao menos vontadinha de conferir um pouco mais sobre Deixe a Neve Cair. ♥ Beijinhos à todos e até a próxima!

Marcadores: ,


By Shana • segunda-feira, 21 de julho de 2014 • 5 ComentáriosLink to this post

Frustrações de uma estudante universitária
Só pra constar que hoje eu tô frustrada pra caralho por causa da minha capacidade high level de cagar meus próprios planos. Não sei se tô desanimada da vida, se estou depressiva, se meus ATPs foram gastos em, sei lá, respiração, mas eu não consegui fazer metade da metade das coisas que era pra estar... terminando a essa altura.
Que eu sou preguiçosa todo mundo sabe - afinal, não é a toa que eu me auto-elegi a rainha da preguiça -, mas é que às vezes eu realmente passo dos limites. Eu tinha mesmo que ter terminado umas coisas importantes essa semana e sempre que abro o word, fico olhando pra ele com cara de bosta. É só comigo que isso acontece? Ou é tendência em todo estudante universitário?
Pra ser honesta, fazer faculdade é uma empreitada muito arriscada pra mim, e acho que me enfiar na "carreira acadêmica" foi uma burrada sem tamanho - boas notas à parte, eu nunca gostei de estudar. Não tem nada nessa vida que eu odeie mais do que ficar lendo texto, livro, acordar cedo pra ficar ouvindo professor falar de alguma coisa que na maioria das vezes não me interessa realmente. E por conta disso eu ando muito frustrada com a minha graduação em geral, porque apesar de estar indo "muito bem obrigada", sinto que não levo as coisas tão a sério quanto deveria. No fundo eu sei que, no dia combinado, vai estar tudo pronto e impecável, e eu ainda consigo a proeza se fazer um trabalho bem-feito, mas eu queria mesmo é conseguir fazer as coisas do jeito certo - e não do jeito Shana de ser, se é que me entendem.
Apesar de frustrada, preciso reconhecer que a semana não foi de todo ruim. Comprei umas coisas que estavam faltando aqui em casa - tipo escorredor de macarrão, porque eu consegui detonar o meu antigo -, terminei os preparativos pro AF e baixei todos os álbuns do SuJu. Eu até comecei a dormir direitinho essa semana, capotando lindamente por volta das 23h30 todos os dias. A empolgação foi tanta que até lavei meus panos de chão #DonaDeCasa Ainda preciso ir no mercado e na rodoviária essa semana mas, de resto, até que a vida tá bem organizada - tirando a parte acadêmica, é claro, mas quem liga? Aliás, essa minha ida ao Anime Friends não necessariamente quer dizer diversão: vou pra lá fazer um trabalho da faculdade, acreditem se quiserem. Algum leitor caridoso a fim de colaborar? Tá valendo free hugs.
Pra animar um pouco esse clima frustrante (alguém aí já contou quantas vezes usei frustração e derivados hoje?), saiu o resultado da Copa da Pensão Koi e guess what? HELL YEAH, meu time levou a Taça Koi, porque nós somos o melhor time - obviamente. Ganhamos até plaquinha de 1º lugar, olhem só que sucesso:



De resto é isso mesmo. Vim aqui no momento de desespero total porque precisava contar ao mundo que estou fula da vida com a faculdade e obrigações derivadas dela, e pra dizer que estou viva. Quanto à resenha de Deixe a Neve Cair que estou prometendo desde que o livro chegou em casa, juro que trago assim que terminar meu relatório - que, olha, tá difícil viu? Mas tudo bem, tenhamos fé que a gente chega lá. E não, não vou falar da copa do mundo, porque eu nem acompanhei - só acompanhei o nazismo rolando solto no facebook mesmo, há!
Beijos pra todo mundo e aproveitem a semana - de preferência sendo mais produtivos do que a blogueira que aqui vos fala.
#Fim

Marcadores: ,


By Shana • domingo, 13 de julho de 2014 • 5 ComentáriosLink to this post

Futilidades da minha semana
Sim, eu já percebi que tenho usado vários icons de Gundam Seed por aqui, mas não tem nenhum motivo especial por trás disso, não. Há alguns anos eu tinha esse vício de caçar icons nas profundezas do livejournal pra usar no msn - só que o msn foi assassinado pelo skype, então eu tinha que arrumar outra função pra eles, né. Quer dizer, tenho mais de mil deles aqui e eu não estou usando figura de linguagem quando digo isso... No geral eu faço meus próprios designs, mas icons nunca foram meu forte. E olha que eu tenho uma tara bem grande por eles, então, é, eu preciso começar a torná-los úteis.
Eu sei que esse papo sobre icons não está chegando a lugar algum, mas é que eu estava com essa vontade louca de fazer um post mais pessoal mesmo. Não que os demais não sejam - eu sempre falo de algo que eu gosto e tal, mas eu queria fazer um post sobre nada porque sim. Vocês lidam com isso que eu sei. u_û
Eu não tenho novidades tão emocionantes, mas aconteceu até que bastante coisa. No fim de semana eu fui na casa da Fer, e nós atualizamos nossas vidas e fizemos bolo de chocolate. E a melhor parte foi a mãe dela perguntando o que eu tinha feito pro bolo sair tão gostoso, sem nem considerar a possibilidade de a Fer ter ajudado a fazer, haha! 8D Também comemos lanchinhos com bife empanado e alface (?) e eu ganhei esse kit de borrachas super fofo dela - o que foi uma puta sacanagem, porque eu não fui informada sobre trocas de presente. Mas tudo bem, ela que me aguarde. A gente chegou a assistir um pedaço de Comer, rezar, Amar, e só o que posso dizer é que não deu muita vontade de caçar o filme e vê-lo inteiro. O ruim desses filmes no estilo auto-ajuda é que a gente se identifica com os problemas da personagem, mas não é todo mundo que tem dinheiro pra largar tudo e ir fazer um tour pela Europa e Índia, se é que me entendem. Mas pelo menos a frase "estou em um relacionamento com a minha Pizza" é algo que vou levar comigo pra sempre - esqueçam os relacionamentos, pessoal, comida é o melhor remédio pra alma. Sério.
Voltando ao assunto "minha semana", terça-feira nós reinauguramos o Senbonzakura ♥ E eu só tenho elogios pra minha equipe maravilhosa, que sabe-se-lá-como lida muito bem com meus surtos e minhas ideias malucas, haha! Aproveitem pra dar uma passadinha lá - se você não conhece, passe mesmo assim, e nos traga ideias e amor e todo o resto, por favor. ♥ Tirando isso, sem grandes acontecimentos por hora. Na madrugada de quinta pra sexta eu finalmente terminei de ler Deixe a Neve Cair - a produtividade da minha insônia é incrível, sério - e, por tanto, pretendo falar dele aqui muito em breve. Também aproveitei pra visitar minha tia-vovó, e ela me emprestou mais livros - e já que foi ela quem me emprestou/recomendo Quando Ela Se Foi, acho que posso confiar no bom gosto dela :D  Ademais, na sexta de manhã foi passear com uma amiga lá no centro - nosso dia foi tão cheio que acabou ficando tarde pra voltar pra casa e, com essa copa do mundo que mais atrapalha que qualquer outra coisa, acabei passando a noite por lá. 
Amanhã viajo pra AxCity, então os amiguxos que estão resistindo à greve que me aguardem. Ou não, porque temos eventos científicos bacanésimos chegando aí e eu preciso me preparar pra todos eles - vulgo escrever resumos para apresentações, preparar apresentações, terminar outras apresentações já encaminhadas... e também tenho um relatório pra terminar de aprontar e enviar, então, é, cabou minha moleza. Só espero que os deuses sejam bons comigo. ;w;
Pois bem meus queridos, já que estamos todos atualizados a cerca de mim mesma (?), eu fico por aqui. Tenham uma boa semana e ate a próxima, meus jovens! o/ Beijinhos na bochecha de todo mundo

Marcadores: , ,


By Shana • sábado, 5 de julho de 2014 • 6 ComentáriosLink to this post


«older newer»